Santa Clarita Diet

Olá olá nerds!

Santa Clarita Diet


Para quem é ligado nos lançamentos da Netflix, que anda nos viciando com suas séries originais, ontem, sexta-feira, estreou Santa Clarita Diet e, claro, virei a madrugada assistindo e estou aqui - depois de um pequeno longo hiatus - para contar a vocês as impressões acerca dos 10 episódios da primeira temporada.

Para quem está perdido ou perdida e não sabe do que estou falando, confere só a sinopse e o trailler:

Sinopse: Sheila (Drew Barrymore) e Joel (Timothy Olyphant) são dois corretores de imóveis que, além de trabalharem juntos, são casados e pais de Abby, já adolescente. Eles parecem a família perfeita, vivendo em uma casa grande em Santa Clarita, no subúrbio de Los Angeles. Tudo muda quando Sheila morre, e bem, permanece viva.


O enredo pode parecer só mais uma série de zumbis, mas, quando se trata da criatividade humana, senhoras e senhores, há sempre mais por detrás de um tema.

Santa Clarita Diet

Sheila é misteriosamente contaminada por uma espécie de vírus e, como todo bom zumbi, morre. E revive. E, quando isso acontece, nada de uma sede insaciável e busca descontrolada por cérebros humanos. Ela conserva sua capacidade de raciocínio e sentidos, ainda que seja agora, mais motivada por seus impulsos.

Santa Clarita Diet

E é claro que a história tem bem mais do que a simples ideia de vender o cômico e, nessa parte, há um interessante trabalho de mostrar como o comportamento de uma 'não-viva' (porque não se usa o termo zumbi, na série) e de todo o desenrolar que a alteração comportamental pode influenciar dentro da própria família e daqueles que se relacionam à ela. Item crítica social: check!

Santa Clarita Diet

O mais legal da série é o tom descontraidamente cômico que perpetua-se em quase tudo. Sem drama, sem lenga-lenga, os personagens são apresentados e a trama se desenvolve bem, ainda que deixando alguns pontos misteriosos, para que, claro, desejemos ver a(s) próxima(s) temporada(s). E, neste aspecto, serei franca, o casal principal da trama, Drew e Timothy dão um show à parte e, como seus personagens, sabem vender magistralmente seu produto.

Santa Clarita Diet

E, verdade seja dita, há tempos eu não via um humor tão bem elaborado, sem aquelas risadinhas de fundo de palco (detesto!) e sem a necessidade de cair na mesmice das comédias americanas forçadas e tendenciosas, quase sempre no mesmo estilo de seriado 'comédia'.

Santa Clarita Diet

Santa Clarita Diet dá uma revigorada nos ânimos e, com seus episódios com apenas 30 minutos, é fácil assistir, como eu o fiz, de uma só vez.

Santa Clarita Diet

Se o que você procura é um humor - levemente negro - e uma série que te mantém interessado do primeiro minuto do primeiro episódio ao último minuto do último episódio (sim, a repetição aqui é para dar ênfase à ideia), não perca tempo e aproveite o fim de semana para fazer uma maratona da Netflix (se você não assina, certeza que tem um amigo, amiga, namorado, namorada, conhecido, conhecida, parente, colega do amigo da prima, que tem e que vai te deixar assistir!).

Santa Clarita Diet

xoxo

Santa Clarita Diet

Retipatia

6 comentários:

  1. Nooossa, ótimo texto! Gosto muito da Drew e o Timothy <3 Não conhecia essa série, mas agora to curiosa rsrs.

    ResponderExcluir
  2. Ahh vi seu post e já estou assistindo,estou terminando,RS...

    ResponderExcluir
  3. Eu estou simplesmente amando as séries originais do Netflix que assisto. Ainda não assisti Santa Clarita Diet, porque não sabia que haviam lançado, muito menos que era com a Drew Barrymore. Socorro! Adoro essa atriz. Adoro séries de comédia. Depois desse post preciso MUITO assistir.
    Beijooos

    ResponderExcluir
  4. Desde o finalzinho do ano passado quando saíram os primeiros trailers dessa série eu fiquei super animada pra ver. Senhor, é a DREW BARRYMORE e o quê que a gente não para pra assistir essa mulher, né? Tive alguns compromissos esse fim de semana e acabou não dando pra fazer maratona. Mas vou baixar os episódios no celular e ver no caminho entre casa e trabalho. Um divertimento para aquelas horinhas chatas do dia a dia.

    Com carinho,
    Conto Paulistano.

    ResponderExcluir
  5. Nossa muito bom, amei e já quero assistir. beijos no coração.

    ResponderExcluir
  6. Ainda não assisti esta série, mas quero muito. Acho que o que mais me chamou a atenção foi o fato de ela ter esse lado mais cômico. Já acompanho iZombie e acho uma ótima série, mas ela parece trazer uma proposta um pouco diferente.

    Blog Profano Feminino

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, ele é importante para o nosso feedback, sugestões sempre serão muito bem vindas, mas por gentileza, não deixe comentários maldosos ou grosseiros, criamos nosso conteúdo com carinho, respeite nosso trabalho.