A Garota no Trem


Olá nerds! Semana passada A Garota no Trem, um filme que foge à temática nerd estreou nos cinemas, junto de Doutor Estranho, o que pode ter feito com que muitos o deixem passar despercebido.



Contudo, estou aqui para corrigir esse erro e dizer que não só apenas de filmes com conteúdo assumidamente nerd nós vivemos! ahaha Então, na semana em que todos queriam ver Doutor Estranho (inclusive eu!), fui ao cinema e vi o mais recente triller psicológico, seguindo, segundo alguns, a onda de Garota Exemplar, grande parêntesis: se você não viu, assista também. Apesar de que adianto que gostei mais de A Garota no Trem, em comparações apenas de filmes, porque eu não li nenhum dos livros, fecha parêntesis.



Para quem não conhece, confere aí o trailer:


Uma breve sinopse que tirei de minha cabeça: Rachel Watson observa diariamente uma mulher que vive em uma casa na beira da linha do trem que durante suas viagens de trem de Ashbury a Londres. Ela imagina, para fugir de sua realidade pós divórcio, cada dia uma personalidade e uma história para o casal perfeito. Até o dia em que a garota misteriosa desaparece.



Antes de detalhar as impressões sobre o filme, vou adiantar: ele é excelente.



O suspense é contado de forma tão bem elaborada que te deixa curioso com o que irá acontecer logo nos primeiros minutos do longa, como manda o figurino dos trillers, e, o melhor, mantém essa curiosidade até o desfecho da trama. Nada de lenga lenga, enrolação e falta de entusiasmo.



Todos os personagens têm razão de ser na trama, desde aqueles que aparecem só um pouquinho, aos coadjuvantes mais ativos em cena. E isso é porque cada personagem foi construído de maneira excelente, lhe fazendo pensar que são pessoas reais, com problemas, defeitos e qualidades reais.



As três mulheres principais da trama, Rachel, interpretada pela minha queridíssima Emily Blunt (só de ter ela em algum filme é motivo para que eu assita! ahha), Anna, interpretada por Rebecca Ferguson e Megan, interpretada por Haley Bennett, são interessantíssimas. Durante o filme você não fica apenas curioso com a história de cada uma delas, deseja saber o que ouve e torce por um desfecho favorável a cada uma.



As atuações são ótimas, mas devo dizer que Emily Blunt brilha, como sempre. rsrsrs Não esperava nada menos dela.



O filme entrelaça a história sob o ponto de vista das três mulheres que citei: Rachel, Anna e Megan.



Rachel pensa ter visto Megan no dia em que ela desaparecera e tenta a ajudar a encontrá-la, mesmo não se lmebrando do que ocorrera na noite do desaparecimento. Acompanhamos Megam em suas consultas ao psiquiatra e em sua vida conjulgal com o marido possessivo Scott (Luke Evans). E Anna é a nova esposa do ex marido de Rachel, que se vê ameaçada pela ex esposa alcóolatra e com sua insistência em contatar seu marido, enquanto ela passa seu tempo em casa com sua filha, ainda bebê, tendo ajuda de Megan para cuidar da pequena.



Uma personagem se relaciona com a outra por motivos distintos e, no fim, tudas as pontas que parecem não se encaixar ou sequer relacionar, são bem costuradas e pontuadas. Traz temas que devem ser sempre discutidos como violência doméstica e contra a mulher e o alcoolismo. Tudo isto emendado à uma boa dose de drama psicológico 



Para os nerds como eu que também curtem um bom suspense, o filme é uma excelente opção para assistir na tela grande.



Talvez alguns não saibam, mas o filme foi baseado no livro homônimo 'A Garota no Trem', da autora Paula Hawkins, que tem sido elogiado pela crítica e é um verdadeiro sucesso de vendas.



É claro que alguém aqui já inseriu o livro na lista de 'quero' para ter a sensação incrível que o filme passa, nas páginas do livro. Geralmente sempre leio os livros primeiro, mas como não tinha uma expectativa tão alta para esse, acabei assistindo mesmo assim.



E vocês, já viram o filme ou leram o livro?



Retipatia

4 comentários:

  1. Eu não conhecia sobre o livro, muito menos pelo filme. Talvez porque eu não seja tão conectada á suspenses mas adorei a dica!
    A Bela, não a Fera | Youtube A Bela, não a Fera | Fã Page no Facebook

    ResponderExcluir
  2. Não sabia que tinha o livro, só havia ouvido falar por alto do filme mas fiquei super interessada, é o tipo de filme que me agrada muito. Cinema esse ano quer me quebrar, como estou já na espera de Animais Fantásticos talvez eu tenha de esperar esse sair para assistir mas já está anotado aqui =) obg pela dica! Beijos beijos!

    ResponderExcluir
  3. Ainda não li o livro, mas estou querendo muito. Estou louca para assistir também, muito curiosa para saber o que acontece kkkk

    ResponderExcluir
  4. Confesso que o trailer não me cativou muito, mas a sua avaliação cumpriu esse papel belamente! HAHAHA Porém, quero ler o livro primeiro, para poder comparar posteriormente. A questão é: muitos livros para serem lidos e pouco tempo, como faz?! hahaha

    Beijos,
    Attraversiamo

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, ele é importante para o nosso feedback, sugestões sempre serão muito bem vindas, mas por gentileza, não deixe comentários maldosos ou grosseiros, criamos nosso conteúdo com carinho, respeite nosso trabalho.