O Anjo de Hitler - William Osborne

Oi gente! Como é que vocês estão? 

Eu sou a Andressa e eu sou a nova colaboradora aqui do Juntando as Nerdices. Bom, vou fazer uma pequena e breve apresentação aqui, mas caso queira me conhecer melhor, é só ir ali na página de autores que tem todos os meus links :) 

Pra começo de conversa, não sou muito boa com essas coisas de apresentações, mas vamos lá. Sou apaixonada por livros, (Ôh, não diga!) do tipo que quer ter uma biblioteca, ou morar em uma, igual a que a Fera deu pra Bela. Entrei nesse mundo da leitura lá por volta dos meus 14 anos, época que eu era apaixonada por livros de vampiros e lobisomens, mesma época que dos filmes do Crepúsculo, mas eu nunca fui fã daqueles filmes, porque pra mim aqueles vampiros não eram vampiros de verdade. Sorry! Não tenho nada contra as pessoas que são fãs, mas eu particularmente não gosto. Bom, depois dessa fase de vampiros e lobisomens, mergulhei nos livros de fantasias e me encontrei no mundo. Desde então, nunca mais consegui sair desse mundo da leitura.

Esse foi um dos motivos pelo qual decidi fazer parte da equipe aqui do JaN, para compartilhar e trocar umas ideias com outros apaixonados por livros. Claro que não vou falar só de livros por aqui, também vou falar de cinema, outra das minhas paixões, e, quem sabe, até de séries, (não sou de assistir muito). Bom, mas chega de blá, blá, blá, porque já falei demais. Então, para o meu post de estréia aqui no JaN, decidi indicar um livro que é um dos meus preferidos da vida.

Sinopse: Leni tem catorze anos, é austríaca, judia e muito corajosa. Refugiada na Inglaterra durante a Segunda Guerra Mundial, certo dia é convocada pelo almirante MacPherson para a missão mais perigosa de sua vida… Otto é alto, bem magro, tem olhos castanhos e vive na Inglaterra – sua família foi aprisionada pelos nazistas. Ele adora se meter em confusão e é por isso que, quando o almirante sugere que ele ajude o governo inglês numa missão ultrassecreta, ele aceita na hora. Otto e Leni são enviados à Alemanha para resgatar uma garotinha chamada Angelika. Pouco se sabe sobre essa pequena órfã misteriosa em quem a Inglaterra tanto aposta como a arma secreta que colocará o ponto final naquela guerra sangrenta. Leni, Otto e Angelika enfrentam grandes desafios, descobrem segredos importantíssimos e acabam mudando os rumos deste episódio tão marcante para a história.

'O Anjo de Hitler' para quem nunca ouviu falar desse livro, ele é do autor William Osborne e foi publicado pela editora Seguinte. Infelizmente esse livro é pouco reconhecido, o que é uma pena, pois ele é muito bom mesmo. Eu indico ele pra todo mundo, porque é sério, esse livro merece mais reconhecimento. 

Creio que o melhor do livro é o fato de o autor ter criado uma história fictícia entrelaçando fatos reais, sabe? Durante a  Segunda Guerra Mundial, tinha espiões pra tudo quanto era lado, e Osborne usou isso a seu favor ao criar essa história sensacional. Sendo um amante da Segunda Guerra, o autor não deixou nem um pouco a desejar nos detalhes da história. Todos os personagens são bem construídos e cada um tem um papel que é importante durante a história. 

O autor conseguiu perfeitamente juntar eventos e pessoas reais na sua ficção. Você consegue sentir o quanto o vilão da história (Heydrich) tem um coração de pedra e não tem piedade de ninguém, não importa se é criança, adolescente, velhos ou seja lá quem for. E de fato era assim mesmo que o soldados agiam durante a Segunda Guerra; sem piedade alguma. Temos até um certo momento de tortura durante a história, como as de verdade. Essa foi uma das partes mais agoniantes do livro. 
Os personagens principais Otto, Leni e Angelika, são muito bem construídos. Cada um com sua personalidade que, ao longo das páginas, vai te conquistando. Só é uma pena que o personagem de Hitler aparece muito pouco, tipo no começo e bem no finalzinho. Mas ele não é bem 'O Vilão' nessa história, até porque quem está querendo ferrar com todo mundo na história é o Heydrich.

A capa do livro é bem simples, mas tem tudo a ver com a história. A úncia coisa que eu não gostei nela é que ela é emborrachada, sabe? (acho que assim que se fala, nem sei, rs.) Ela ficou toda marcada de dedos. Eu não curti muito não. Entretanto, ela ainda continua sendo uma das minhas preferidas. O jogo com essa águia nazista como a sobre da Angelika foi sensacional. E com o título então... Jogo de mestre, haha. 

Além disso, os capítulos são bem curtinhos, o que facilita a leitura ainda mais, pois a escrita de Osborne é bem simples, mas ela sabe envolver muito bem, ao ponto de você ficar sem folego até o final de tudo. Os capítulos também são divididos com símbolos, que não necessariamente representa algo no capítulo, mas eles dão um charme a mais para o livro. 
É difícil falar de um livro que você gosta tanto, porque por mais que você fale, sempre vai ficar faltando algo a comentar. Mas só posso dizer uma coisa; o final é surpreendente! Tipo, quando acaba você fica querendo mais, mas infelizmente não tem, aí o jeito é se conformar. E outra coisa que eu achei incrível foi o fato de todas as situações de Otto, Leni e Angelika, terem acontecido tudo em apenas dois dias. Eles passaram por todos aqueles perrengues em apenas 48 horas? Como assim?! 

Pra finalizar, Osborne conseguiu despertar meu interesse por histórias desse estilo. Acho uma pena que o livro seja tão curto, pois Osborne poderia ter aproveitado um pouco mais, porque ficaram umas pequenas coisas jogadas no ar que eu gostaria que fossem um pouco mais explicadas. Enfim. Esse é um livro pra quem curte histórias de guerras, mas também é ótimo para aqueles que procuram um bom livro para distrair, porque o livro não é pesado e é de uma leitura bem gostosa.

E por hoje é isso meu povo! 

Andressa Silva

2 comentários:

  1. Oi Andressa! Bem vinda ao time!
    Sua estréia aqui já foi apaixonante, nada melhor do que compartilhar livros favoritos!
    Não conhecia este e sua apresentação me deixou muito curiosa! Vou adicionar na lista - extensa - de 'quero ler'! rsrsrs Vou adorar ver suas indicações literárias por aqui, também sou viciada em livros! <3
    xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ain, muito obrigada Rê!
      Amo compartilhar meus livros favoritos. As vezes eu gosto tanto deles que dá vontade de colar o título na testa, rs. Também tenho uma lista imensa de livros de 'quero ler', e a cada dia que passa ela cresce cada vez mais, rs. Quero ver como vou conseguir ler todos, rs. Livros são muito viciantes, né?
      Beijo

      Excluir

Deixe seu comentário, ele é importante para o nosso feedback, sugestões sempre serão muito bem vindas, mas por gentileza, não deixe comentários maldosos ou grosseiros, criamos nosso conteúdo com carinho, respeite nosso trabalho.