A Viagem de Chihiro - Análise


Olá Pessoas! Nesta semana eu trouxe pra vocês uma pequena análise do filme “A Viagem de Chihiro”, que é uma das minhas animações preferidas, tendo em vista que sua abordagem é atemporal e universal, além de ser divertida e extremamente bela. 

A Viagem de Chihiro (Sen to Chihiro no kamikakushi, 2001) é uma animação escrita e dirigida por Hayao Miyazaki (Um dos grandes nomes do cinema japonês). Vencedora do Urso de Ouro do Festival de Cinema de Berlin e do Oscar (2003) de melhor animação, pode ser considerada um dos melhores, quiçá o melhor longa animado da história da sétima arte.


O filme conta a história de uma menininha (Chihiro), que é um tanto mimada e insegura. Sua família está de mudança para uma nova cidade por causa do trabalho do pai e Chihiro não consegue aceitar tal fato. Porém, durante a viagem, acabam se perdendo e desembarcam em um lugar que parece ser um parque temático abandonado. Os pais de Chihiro, famintos, decidem desbravar o lugar enquanto a menina mantém uma postura cautelosa mediante o desconhecido.

Conforme a noite chega, o lugar que aparentava estar abandonado começa a ser preenchido por vida tão logo as luzes são acesas, vultos e outras entidades começam a circular no local. Logo descobrimos que este lugar é um estabelecimento onde diversos deuses vão para tomar banho e relaxar.


Os pais de Chihiro são transformados em porcos enquanto a menina estava longe e, em meio a confusão, uma figura aparece fornecendo ajuda, alega ser um amigo e se identifica como Haku, sendo então o fio de esperança que a menina precisava. Com a ajuda do menino, Chihiro deve procurar um trabalho na casa de banhos para conseguir salvar seus pais e retornar ao mundo dos humanos.

Conforme a história se desenvolve, o fantástico toma conta da tela e tudo o que é normal deixa de fazer parte da trama, as cenas bizarras constroem um sentimento de repulsa à realidade, na mesma medida em que, por meio de mensagens sutis, abordam temáticas pertinentes à individualidade do espectador, como alusões à poluição ambiental e às consequências de uma vida gananciosa.


Esta animação possui uma beleza que já não vemos nos últimos anos, os traços simplistas e a predominância de desenhos feitos com pincel e tinta contribuem para a criação de uma atmosfera que, junto com a excelente trilha sonora, nos levam de volta à infância, de modo a sentirmos novamente os medos e as inseguranças que surgem perante a iminência do crescimento.


A viagem de Chihiro é, sem dúvidas, uma obra prima. As metáforas sobre amadurecimento que o filme aborda são sempre pertinentes, pois tocam no ponto mais íntimo de cada um de nós. Sabemos o que Chihiro está passando, compartilhamos de toda a sua angústia e nos solidarizamos com cada desafio que menina enfrenta. No fim, crescemos junto com a protagonista, afinal somos também protagonistas no nosso amadurecimento e autoconhecimento. Chihiro descobre a importância de sua identidade, e que só ela pode determinar quem é. Independentemente de toda a pressão exercida por fatores externos, é ela (tal como eu e você) quem deve salvaguardar seu nome e conduzir seu destino.


Bruno Balestrin

13 comentários:

  1. Sensacional sua análise do filme. Sério mesmo! Nunca vi uma resenha tão bem escrita. Você conseguiu descrever exatamente o que eu penso do filme que, aliás, é um dos meus preferidos. Amei <3 Como faço para seguir seu Blog? Quero continuar acompanhando :)
    Beijos,
    #fiquerosa

    Fique Rosa | Meu Canal YT

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola pessoa!
      Agradeço pelos seus comentários generosos e fico feliz que tenha gostado do texto.
      Você pode acessar o campo "Seguidores" que fica à direita do post para acompanhar o Blog.
      Volte sempre!

      Excluir
  2. Esse filme tem um visual incrível! Já vi diversas resenhas positivas e indicações de amigos meus para que eu assistisse, preciso ver urgente. Os trabalhos do Studio Ghibli são sensacionais, né? :)

    Colorindo Nuvens

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dai!
      Compartilho de sua opinião, acho espetacular o trabalho de arte deste filme, bem como do Studio Ghibli em geral.
      Tendo em mente que você já conhece um pouco dos trabalhos do Studio Ghibli, tenho certeza que você não se arrependerá de assistir ao filme.
      Siga o conselho de seus amigos!

      Excluir
  3. Excelente análise! Eu vergonhosamente ainda não assisti, e arrependi depois de ler seu post!! rsrsrs
    Sempre tem alguém indicando e as imagens que vejo do desenho sempre me encantam, só que sempre fica para ver depois. Fim de semana corrigirei esta falha, me aguarde! rsrs
    Adorando suas postagens Bruno!
    xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rê!
      Agradeço os seus comentários e muito me agrada saber que você irá corrigir seu "erro" assim tão imediatamente! hahaha
      Volte sempre!

      Excluir
  4. Ai que amor! eu amo A viagem de Chihiro <3
    E sim ele traz muitas mensagens pra mim..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Clayci!
      Este filme tem uma capacidade extraordinária de dialogar com o espectador e como você, também retirei muitas mensagens da história.
      Obrigado pela visita!

      Excluir
  5. Que ótima análise, nunca tinha ouvido falar, mas o visual me deixaram encantada e a história descrita por você despertou uma imensa vontade de assistir. Assim que eu puder, verei! Gosto muito de coisas que tenham algo a ensinar e tragam experiências que possamos vivenciar.

    Beijoss,
    pinguimtagarela.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Diovana!
      "A viagem de Chihiro" é um pacote completo para quem gosta de diversão e reflexão.
      O visual, a narrativa, a trilha sonora e o carisma da obra são de se admirar.
      Agradeço pelos seus comentários e volte sempre!

      Excluir
  6. O que dizer dessa postagem que mal conheço e já considero pacas? :P
    Brincadeiras a parte!
    Tenho que admitir que fiquei encantada com esse filme! Porém achei de inicio Chihiro uma menina muito mimada e chata! Mas o desencadear da história deixou tudo mais interessante.
    A Lila sabe que eu aaaaaaaaaamo dragões, então tudo que tem dragão ganha um espaço maior no meu coração! ♥
    Estou pra ver os outros filmes da mesma empresa, disseram que são igualmente bons! *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Flavi!
      A construção e o desenvolvimento da personagem foram sensacionais. Eu não imaginava que iria me importar, e até mesmo me identificar, com uma menina que de tudo reclamava durante o início da trama.
      Concordo com você, dragões sempre trazem uma aura especial para qualquer história.
      Agradeço pelas suas palavras e volte sempre!

      Excluir
  7. Assisti esse filme na época que lançou, eu era bem pequena e não me recordo muito agora. Quero muito reassistí-la. O Studio Ghibli é fantástico, deles já assisti a Princesa Mononoke e o Castelo Animado de Howl.

    Bites!
    Tary Belmont

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, ele é importante para o nosso feedback, sugestões sempre serão muito bem vindas, mas por gentileza, não deixe comentários maldosos ou grosseiros, criamos nosso conteúdo com carinho, respeite nosso trabalho.