Entrevista com o Vampiro - Anne Rice


Olá pessoas! Tem tempo, que eu não dou nenhuma dica de livro aqui pra vocês né? Esse tempo terminou! \o/ Hoje tem livro bom aqui pra vocês!
Para quem não me conhece, eu sou a louca dos vampiros e o grande amor da minha vida se chama Lestat de Lincourt e foi criado por Anne Rice. O Lestat tem espaço cativo na minha vida e o meu blog pessoal (deixarei os links no final do post) e aqui no JaN vou falar um pouco dos livros que eu já li das Crônicas Vampirescas que são clássicos quase tanto quanto Drácula.

O Primeiro livro da Série se chama Entrevista com o Vampiro e nesse livro temos a incrível  estória de Louis um vampiro criado por Lestat que resolve contar ao mundo a sua história por meio de um jornalista. Louis é um vampiro criado no ano de 1791 quando tinha 25 anos, pelo Lestat. Muita coisa acontece nesse livro, mas... sem spoilers se não estraga as surpresas, o que eu posso contar é sobre a Cláudia uma menininha linda de cachinhos dourados de apenas 6 anos que é transformada pelos dois, até aí já é uma loucura, uma criança vampira! Mas o problema é que ela desenvolve com o tempo se tornando uma mulher adulta em um corpo infantil e isso é grotesco, mas absurdamente interessante.
A trama é muito bem feita, o começo é um pouco monótono e talvez se torna massante, mas vale a pena vencer essa barreira, como é um livro de pouco mais de 300 páginas, ou seja, não muito longo não cansa tanto. Sobre a história é isso que tenho a dizer.

Quanto a experiência dessa leitura eu confesso que é bastante pesada, Anne Rice tem uma escrita linda e limpa, mas é bastante destoante do convencional, ela trata tudo como arte inclusive a morte das vítimas de seus vampiros. Tudo nesse livro é requintado e não possui uma formula para rotulação, então se você gosta de dar nome as coisas pode ser um tanto frustrante... Ela não formula bem e mau, e nada nesse livro tem certo ou errado e se você tiver a mente aberta essa será a chave para se apaixonar. 

Lestat surge como um vampiro único, ele faz o que quer, toma o que acha que deve ser seu e é cruel e doce na mesma fala, incrível como eu gosto dele! Ele não é mau nem bom, é um mistério e vai de cada um interpretá-lo.

Louis é mais mundano, mais humano ele simplesmente não consegue se desprender dos rótulos e das convenções o que o torna um personagem atormentado com diversas dúvidas, digo que Louis é um personagem digno de Shakespeare devido a sua complexidade.

Cláudia é um ser cru, como se transformou muito cedo ela é a essência do vampiro, crua, sem nenhuma convenção ou limitação ela é uma mistura do Lestat com sua displicência e dos tormentos de Louis porque ela não consegue ser empática, não aprendeu esse sentimento humano, mas ela sofre com os "e se"da vida pensando em como seria se tivesse sido humana tempo o suficiente para aprender algumas lições.

Enfim é um livro fantástico! Recomendo ler com certeza, por todo  enredo, pela trama, pelos personagens e até mesmo pela tradução absurdamente linda de uma outra autora incrível que é a Clarice Lispector. 

Então gente, já leram ou ficaram curiosos? Deixe nos comentários o que acharam!

Posts sobre Lestat e as Crônicas Vampirescas


Até a próxima.






Lila Martins

2 comentários:

  1. Sou louca para ler esses livros, primeiro porque adoro vampiros mas puxados para o classico, vampiros decentes mesmo. Mas ainda não pude comprar e não quero ler digital então ja está na minha lista

    Jardim de Sereia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Recomendo! São ótimos livros, li os três primeiros só, mas já sou apaixonada! Eu tive a sorte de achar uma promoção no submarino comprei 11 livros por R$ 99,00 *-* tenho muitos deles kkkkkkkk

      Excluir

Deixe seu comentário, ele é importante para o nosso feedback, sugestões sempre serão muito bem vindas, mas por gentileza, não deixe comentários maldosos ou grosseiros, criamos nosso conteúdo com carinho, respeite nosso trabalho.